Pages

domingo, 27 de junho de 2010

Outra vez.

Embora nossa troca de carinho seja inconstante
Afeto eu tenho dentro de mim
E ainda que haja a distância para nos separar
Meu ouvido ao ouvir nome teu
Pulsa mais que o coração quando fala o que sente
Assim, ansiosa
Continuo perdendo noites por insônias
E as noites quando eu ganho
Acontece quando adormeço e te sinto perto de mim, outra vez.

9 comentários:

Bianca Bigogno disse...

que lindo !

Ariana disse...

Lindo!
Sei bem como é isso de troca de carinhos inconstantes!
Adorei o texto!

bjos

Júlia # disse...

isso é tão triste quando se está longe. =/
lindo texto.

Karlinha Ferreira disse...

Perfeito!
Adorei!

Reh Cháviñón disse...

Gostei !! :)

Ialy Darc disse...

Gostei muito do blog, por isso que te indico ao Prêmio Dardos e ao prêmio Sunshine.
veja as regras no meu blog =)

http://ialydarc.blogspot.com/

Eu mesma e A Outra disse...

Minha solidão é quando eu converso comigo. Isso não necessariamente está ligado à falta, angústia ou algo negativo, pelo contrário, a solidão pra mim é necessária porque preciso conversar comigo freqüentemente. =)

P.S.: Adorei o blog, estou linkando você.
P.P.S.: A imagem do Tintim é perfeita!

*** Cris *** disse...

Lindo texto moça, repelto de sentimentos.
Bjs!

Isadora disse...

Lindo,lindo,lindo,infinitamente.

Postar um comentário